01/06/2016

Emotivo abraço do Papa Francisco a menina escritora com deficiência

(ACI/EWTN Noticias).- “Disse ao Papa que o amava muito”, expressou Verônica Cantero Burroni, menina argentina de treze anos, com deficiência e ganhadora de um concurso literário italiano, que nesta quarta-feira realizou um dos seus sonhos: conhecer pessoalmente o Papa Francisco e receber um emotivo abraço no final da Audiência Geral.





<p> is-deciderHtmlWhitespace" cite="https://twitter.com/acidigital/status/738086110467919872" data-tweet-id="738086110467919872" data-scribe="section:subject">








Verônica completará 14 anos no próximo dia 3 de junho. Mora na cidade argentina de Campana e usa uma cadeira de rodas devido a uma doença neurológica, entretanto, isto não lhe impediu de tornar-se escritora e publicar cinco livros.



Um dos seus livros intitulado ‘O ladrão de sombras’ foi premiado nesta segunda-feira em Nápoles com o ‘Prêmio Elsa Morante para jovens 2016’, um dos mais prestigiosos da Itália.


Em declarações ao jornal argentino ‘La Nación’, Verônica assinalou que disse ao Papa “que o amava muito. E ele me disse que lhe contaram que era muito uma boa escritora e pediu que rezasse por ele. E através do abraço, percebi que gostava muito de mim”. Além disso, presenteou o Santo Padre com um exemplar de seu quinto livro com uma dedicatória especial.





<p> is-deciderHtmlWhitespace" cite="https://twitter.com/acidigital/status/738086567542181888" data-tweet-id="738086567542181888" data-scribe="section:subject">








 “Em um encontro que o Papa Francisco realizou em Cuba com os jovens, disse que todos temos um olho de carne e um olho de vidro: com o olho de carne vemos o que olhamos e como olho de vidro vemos o que sonhamos. Então lhe dediquei o livro dizendo que agradecia, pois me ensinou a usar o olho de vidro, porque para mim isto era um sonho que estava vivendo, deste modo também usava o olho de carne”, relatou.


Verônica esteve acompanhada pela sua mamãe, Cecilia Burroni, que afirmou que “o mais bonito é que a limitação física não a impede”.



Emotivo abraço do Papa Francisco a menina escritora com deficiência

Nenhum comentário :

Postar um comentário